Osteopatia em Portugal

Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Acerca da Osteopatia em Portugal

drborges

bt-c

 

 

A Osteopatia em Portugal foi fundada em 1978 pelo Doutor em Osteopatia Mário Alberto Borges de Sousa, vindo da África do Sul, onde se Licenciou em Osteopatia pela Faculdade de Osteopatas do Lindlaher College of Natural Therapeuthic of South África em 1960. Registou-se nos Serviços de Saúde de Pretória como Clínico Osteopata com o numero 14/2/5 (362), tendo exercido clínica osteopática em Johannesburg até fins de 1977.

 

É o único Osteopata em Portugal que fez Exame de Competência Profissional em Osteopatia (Processo nº. 6/SS/COMP, de 1986).

 

 

 

Com o seu curso superior de Osteopatia obteve equiparação para fazer o mestrado em Portugal pela , Universidade Moderna de Lisboa, tendo defendido a tese : “Medicinas Complementares e o seu Desenvolvimento no Contexto Económico e Social: importância do Enquadramento destas Medicinas no Serviço Nacional de Saúde Português”, em 1998, trabalho académico e cientifico que originou ao reconhecimento das seis Terapias não Convencionais, pelo Parlamento Português, Lei 45/2003 de 22 de Agosto.

último curso superior realizado em Portugal - 2005

O Doutor Borges de Sousa implantou e implementou a Osteopatia em Portugal, nos finais dos anos 70 (a Osteopatia não era conhecida, nem falada em Portugal), tendo-se integrado numa equipa de Ortopedistas durante 9 anos e meio.

Divulgou e desenvolveu a Osteopatia : como Osteopata profissional ( Clínica Osteopática Dr.Borges de Sousa em Lisboa); como director e responsável pelos cursos Superiores de Osteopatia, em Lisboa, da Oxford Brookes University de 1998 a 2005.

Como Coordenador dos Cursos de Formação em Osteopatia da Universidade Lusíada de Lisboa até 2009 e presentemente como director do Instituto de Técnicas de Saúde ( antigo Centro de Treino Osteopático de Lisboa).

 

Criou diversas associações. como a ANO Associação Nacional de Osteopatas, a primeira associação de Osteopatas em Portugal, depois a ACPO - Associação Colegial Portuguesa de Osteopatas, a segunda associação de osteopatas criadas em Portugal e o ITS - Instituto de Técnicas de Saúde que é uma associação profissional de osteopatas que incorpora o Colégio de Formação Profissional de Osteopatas e com estas associações Dr Borges de Sousa fundou a FPO -Federação Portuguesa de Osteopatas.

Finalistas do 1º Curso Superior de Osteopatia realizado em Portugal (1996-1999)

Trouxe a Portugal diversas individualidades bem conhecidas mundialmente na área da Osteopatia com seminários, como o Porf.Doutor Eyal Lederman, o Dr. José Kunzler, em Clínica Osteopática, Sr.Laurence Charles Butler, Prof de neurologia aplicada à osteopatia da British School of Osteopathy , Dra Valéria Ferreira, professora na British School de Osteopatia Visceral, Doutor Jean Pierre Hyspa, professor em escolas osteopáticas – Collége Osteopqthique de Provence – França e a Dra Averille Morgan com o seminário “ A Osteopatia na gravidez e parto”e outros osteopatas.

Presentemente o ITS Instituto de Técnicas de Saúde é a maior organização em Portugal com as vertentes :

  • Associação Profissional incorporada na Federação
  • Colégio de Formação Profissional de Osteopatas com experiencia de mais de 20 nos no ensino da Osteopatia
  • Centro de Estágios para Osteopatas incorporado no Colégio

O ITS tem um programa de 4 anos com Estágios, programa idêntico a um curso superior ao de Osteopatia ministrado nos países onde a Osteopatia está oficializada, como na Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Inglaterra, etc.

Os diplomados pelo ITS recebem o grau de D.O. num Certificado Oficial, onde se incluem as disciplinas e cargas horárias que são de 4500 horas sendo 1000 horas de Estágio.